Como chegou até aqui?

sábado, abril 05, 2008

ainda bem que me faz essa pergunta josé damião

Há mais de um ano que não havia ainda bem que me faz essa pergunta em diospirojoyeux e isso explica a manutenção do conflito israelo-palestiniano. Há mais de um ano, não é bem assim: este ainda bem que me faz essa pergunta está pronto desde Outubro de 2007 e só um misto de concentrado de preguiça e xarope de peso da responsabilidade permitiu que ficasse a marinar até hoje. Que peso da responsabilidade? O de termos José Damião como convidado. Quem é José Damião? Bem, José Damião... Quem se atreve a perguntar tal coisa?

José Damião é tão-só project manager em inovação. Uma espécie de Mourinho das boas ideias, mas melhor, porque pratica judo, é jovem agricultor, percebe de vinhos, golfe e Access, fez rádio e páginas de internet, tem o curso de Economia, mantém um gosto raro por boa música e é melhor parar por aqui, caso contrário ainda fica a pensar que quero constituir família com ele.

Descendente do Marquês de Marialva, é um sedutor incorrigível (como revelam as suas perguntas) e corajoso o suficiente para ter aceite fazer as questões às respostas previamente formuladas de ainda bem que me faz essa pergunta, a única entrevista invertida do mercado. Eis o resultado:

José Damião» Acha que os novos spas dirigidos a públicos masculinos resultam da existência de mais homens preocupados com a sua imagem perante o público feminino ou é apenas uma criação do mercado para responder ao aumento do número de gays na capital - fala-se em pelo menos 50 por cento do "mercado"?
diospirojoyeux» Sim, sim, é a introdução de melhorias em produtos existentes com vista a obter vantagem competitiva e mais não sei quê. Mas, aqui entre nós, tenho para mim que é mais 60/40, senão menos.

José Damião» Segundo dados da União Europeia, o aumento das vendas de vinho, especialmente de gama alta, deve-se a uma melhoria contínua na produção, com reforço dos métodos tradicionais e controlos de qualidade apurada. Como produtor inovador concorda?
diospirojoyeux» Balelas. Nos dias de hoje a grande maioria dos vinhos tintos são vinificados pelo sistema de curtimenta, a temperaturas mais ou menos controladas, em recipientes de inox. Os vinhos brancos, de forma geral, não são estagiados. São vinificados com o objectivo de serem lançados jovens no circuito comercial.

José Damião» Como comenta a decisão de publicar as fotos e vídeos proibidos das campanhas Martini, rodadas em locais sagrados do Vaticano, em que o famoso Martini Man faz-se passar por um sacerdote? É mais um passo de liberalização da Igreja?
diospirojoyeux» Si è trattato di una decisione felice. C'è una novità importante.
Ma il problema comincia da molto prima.

José Damião» O que acha das fantasias recriadas nos anúncios, nomeadamente as que envolvem os padres e as famosas e sumarentas rodelas de laranja e limão?
diospirojoyeux» Particularmente, digo-lhe que não gosto muito de fazer isso. Deixa-me as mãos ásperas, a pele quebradiça e um ligeiro odor a farinheira. Mas tem compensações.

José Damião» Trocaria alguma vez o rosso pelo bianco?
diospirojoyeux» Erm... A que swing se refere?


José Damião»
O que acha do facto de cada vez mais casais apostarem na fidelidade eterna e virgindade até ao casamento, num momento em que as escolhas e oportunidades de novos conhecimentos sociais e novos estilos de vida proliferam no dia-a-dia?
diospirojoyeux» Isso é absolutamente antagónico, meu caro.

José Damião» Mas na sua vida pessoal, considera que a harmonia vem da manutenção dos rituais clássicos, nomeadamente no que toca à forma latina de expressar "o amor", nomeadamente na soberba versão de ajoelhar perante a amada?
diospirojoyeux» Já que fala nisso, também há aquela que se passa as duas pernas por trás do pescoço e depois... Esqueça, esqueça.

José Damião» Quantos anos, demorou a concluir a licenciatura em Coimbra?
diospirojoyeux» Rigorosamente, 17.

1 comentário:

100 Sentidos disse...

Gostei..
A fotografia favorece-o...
Ri a bom rir...